As minhas lágrimas regam os sentimentos mais puros e verdadeiros e me fazem renascer a cada nova estação. (Mônica Caetano Gonçalves Maio/2011)
Registro na Biblioteca Nacional nº: 570.118

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Busca





De nada adianta
Que brilhe diante de ti,
Mão cega que tateia...
Sigo... Agulha no palheiro!




03/10/2010

2 comentários:

  1. TOMARA EU.....QUE MINHA MÃO FOSSE CEGA E, TACTEASSE TEU CORPO DE POEMA!!

    ResponderExcluir