As minhas lágrimas regam os sentimentos mais puros e verdadeiros e me fazem renascer a cada nova estação. (Mônica Caetano Gonçalves Maio/2011)
Registro na Biblioteca Nacional nº: 570.118

sábado, 21 de abril de 2012

Sem fim

Imagem: O Farol - óleo sobre tela - Débora Netto

Eu, que não fui avisada
De sua partida de minha vida,
Abandonada e resignada,
Perco o olhar vazio no nada,
Na busca vazia de sua jangada.

21/04/2012

2 comentários:

  1. partidas podem ser tristes....beijos

    ResponderExcluir
  2. Tristes sempre, mais ainda, quando o farol interno não percebe os sinais... Muitas são as nossas perdas necessárias.

    ResponderExcluir